quarta-feira, 10 de agosto de 2011

5º Encontro em Curitiba!

É com muita alegria que venho convidar vocês para o 5º Encontro das Arteiras , aqui em Curitiba!Será dia 17 de Setembro, às 16:00 hs e nossa anfitriã da vez é a Luciane . Para se inscrever, participar e trocar mimos e abraços com essa turma querida , é só clicar na imagem lateral direita, que o link leva direto ao Fazer Arte é Tudo de Bom, onde a Daiane explica tudo direitinho ...
Vem nos conhecer ou matar a saudade!
Bjs,Ana.

10 comentários:

Ise disse...

Oi Ana
Bem na data do meu niver rsrsrsrrrs
Legal
bjus

Pepa disse...

Oi Ana, é a Vi, faço niver nessa data, pena que não posso ir ai, sabe como é, temos responsabilidades com meus animais, que chegam ficar deprimidos com minha ausência.
Mas não esqueça de tirar fotos para depois mostrar o evento.
Muitos beijos,Vi

Betty Gaeta disse...

Oi Ana,
Este encontrinhos nunca acontecem na minha cidade e nem na região. Eu adoraria participar de um.
Adorei o seu blog e estou seguindo vc. Ficarei muito feliz se vc tb me seguir.
Estou sorteando um colar com pedra da sorte, vou gostar muito se vc participar.
Beijos 1000 e um ótimo restinho de semana para vc.

http://www.gosto-disto.com/2011/07/sorteio-da-pedra-da-sorte-luck-stones.html

Rosani Zelada Rios Bau disse...

a mim também amiga!
estou contando as horas!!!
estarei viajando de 17 a 24 de agosto, vou ver painho.
bjs

Barbara Horn disse...

Oi ANA, VIM AGRADECER SEU CONVITE, MAS BEM NESTE DIA TENHO A FESTINHA DE ANIVERSÁRIO DE 1 ANO DA MINHA AFILHADA! ESPERO QUE SE DIVIRTAM BASTANTE... UM ABRAÇO E OBRIGADA!

estanisartes disse...

Oi Ana,
Sucesso neste encontro.
Amei os seus trabalhos, são lindos.
Ótimo fim de semana e bjs

Priscila B. disse...

Adorei, posso participar??
beijos

Jaluza Scrap disse...

Teu trabalho é lindo querida.
Louquinha para te conhecer no encontro.
Bjo enorme

Nina Marina disse...

Oi Ana,

vim conhecer seu cantinho, vou participar do encontro e quero conhecer as amiguxas desde já, estou ansiosa para esse encontro.
Adoro fazer amizade com arteiras.

bjokinhas

Fanzine Episódio Cultural disse...

A Caixa de Pandora

Quando criança
Eu falava com os anjos,
Enxergava o mundo
Com os olhos da Inocência.

Cresci, tornei-me um homem
Cheio de idéias, metas e planos.
Abri minha caixa de Pandora
E só encontrei o engano.

Revoltado e sem esperança, lancei-a ao mar
Junto com a minha frustração
Que, calada, não se manifestou.

E agora, o que fazer?
O passado sepultei,
O presente neguei,
O que dirá o meu futuro?

Arrependido, voltei ao penhasco e,
Ofegante, a caixa procurei.
Por um momento, desesperançoso, orei.
O que eu desejava não acontenceu,
Mas uma resposta um anjo me deu:

Revelou-me que sem lutar
Um homem derrotado se torna.
Sem objetivos e sem sonhos
Sua vida é vazia de glórias.

*Do livro “O ANJO E A TEMPESTADE”, de Agamenon Troyan